50 Anos de existência

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

O Calor da Arte do Livro

Nesta altura da época em que o frio começa a aparecer, o calor das obras que entram na nossa oficina, para encadernar ou restaurar aquecem-nos.
Ficamos deliciados, ou com as primeiras edições de Afonso Lopes Vieira, ou Camilo Castelo Branco, ou Bíblias hebraicas datadas do séc. XVIII.
As mãos quando chegam ao amanhecer vão bem frias, da deslocação do percurso de 5 Kms que fazemos todos os dias até à nossa oficina, mas passado alguns minutos elas aquecem no manuseamento de verdadeiras relíquias.
Hoje fomos visitados por um cliente que questionou qual a durabilidade de um livro forrado a pele ou couro, podem apontar para 100 anos, com as gravações a ouro em perfeitas condições.
Questionamos: Qual o livro que sem manutenção dura este tempo todo?
Na Biblioteca Joanina  podemos encontrar obras de séculos, forradas a couro. Por passagem em Coimbra, dirijam-se à Universidade e visitem a biblioteca dos nossos sonhos.
Tudo pelas mãos de verdadeiros artesãos, algumas delas passaram por nós, basta olhar ao longe e consigo identificar!


O calor da arte do livro é um bom remédio para o frio que nos espera!

Carlos Simões

Lombada do Livro - Preparação

Após a colocação das capas de cartão é colocada uma tira de papel na lombada. A técnica de ajuste e do esticar.

video video

Carlos Simões

25 de Novembro de 2010 - Lombada em pele natural e rótulos

Depois de colocada a lombada em pele e os rótulos os livros são deixados a repousar com pesos durante algumas horas.


Carlos Simões

25 de Novembro de 2010 - Livros costurados manualmente

Pilha de livros costurados manualmente. O pormenor dos fios que são presos depois à capa de cartão.





Carlos Simões

PESQUISA POR PALAVRAS CHAVES NO GOOGLE - Encadernação Florindo & Costa -Leiria

youtube encadernar diário
angela chambel
encadernadores
encadernadores de livros
florindo simões
imagens de encadernacao
livros apresentados na você na tv em outubro de 2010
livros de honra em couro
sic os últimos
encadernação Leiria
florindo e costa
florindo&costa
restauro de livros em Leiria
a encadernação
encadernações em Leiria
imagens de livros encadernados à antiga
onde comprar livros de honra em pele


quarta-feira, 24 de novembro de 2010

O NATAL da IDADE MÉDIA!

Ofereça um exemplar único da oficina artesanal de Encadernação mais antiga do Pais, cinquentenária, com mestres a de 75 e 66 anos. Os verdadeiros artesãos do Livro, no restauro, na encadernação de Luxo, no significado para a obra que adoramos. A oferta mais bonita deste NATAL, escolha na sua estante de valor inestimável a obra que enriquece as sua recordações, com o verdadeiro tratamento artístico. Utensílios da Idade Média, desde a dobradeira em marfim para as dobras e vincos no papel, aos furadores, compassos de ferro maciço, facas afiadas artesanalmente, de fino recorte com extremidade recortada, a massa de cola de farinha branca, as serras de encadernação, a costura do livro manual, o tratamento colorido do couro ou pele, os segredos dos artistas na arte mais bela da nossa cultura artesanal. Neste NATAL, uma peça para os seus descendentes, A durabilidade destas encadernações em couro chegam a 100 anos, um século nas gravações e no couro, como ainda a resistência da costura.

A oferta mais rica, para um Natal da Idade Média!

Carlos Simões

terça-feira, 23 de novembro de 2010

"Meter" à Serra

O livro antes de ser costurado manualmente é prensado e "metido" à serra, palavras de encadernador. São feitas as ranhuras para posteriormente o coser.

video

O Presente do PAI NATAL com a arte dos livros encadernados! É N A T A L !

Fotos do dia 23 de Novembro com alguns exemplos de encadernação:

Livros forrados a sintético de fantasia e também a pele ou couro. Gravações de luxo a ouro. Algumas imagens para visualizar. Nestas imagens podem também ver um restauro da Bíblia Sagrada Vol. 5 de 1832.















Carlos Simões

Ferros de Gravação

Para dourar os livros utilizamos os ferros para traços de fantasia. Alguns exemplos nas imagens.








Carlos Simões

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Homenagem a um Amigo - Alfredo Pena Catarino

Meu amigo querido, trinta anos de amizade, o que se falou de futebol, da nossa sociedade, da política dos políticos, sempre com aquela disposição que o caraterizava, e que fazia de si um Homem autêntico, capaz de ajudar aquele que mais precisava.
Não posso esquecer a véspera do seu acidente, fui consigo colocar o seu carro a funcionar na garagem, e quando se estava a passar a passadeira, avisou-me do perigo da mesma.
No dia seguinte é atropelado no mesmo sitio, fatídico o destino, não consigo esquecer isto!
Visitei-o no Hospital no dia seguinte, tinha fraturado o fémur, mas os seus 91 anos não perdoavam e existia o receio da operação. Estava bem disposto, e ainda se falou do nosso Benfica e do acidente. Ajudei-o a comer um pouco de pão do lanche.
Complicou-se o seu estado de saúde, e ontem estive uma hora a seu lado, olhando, rezando, sabendo que estava a despedir-me de si. Toquei-lhe diversas vezes no braço, carinhosamente. Saí da sala destroçado, mas sem a menor dúvida que terá um lugar merecido na outra vida, e que estará sempre presente no meu coração. Não consegui dormir, a pensar em si.
Obrigado no dia anterior ao acidente, oferecer-me o postal de coleção do nosso Papa Bento XVI durante a sua visita a Fátima.
Obrigado por mostrar-me a sua imensa e adorada coleção de selos e postais, de inestimável valor, e com  tanto carinho os tratava!
Obrigado por mostrar-me como somos fortes nos bons e maus momentos!
Obrigado pela sua inesgotável fonte de conhecimento de vida, um autêntico mestre que pretendo seguir!
Perdurará eternamente comigo, com os encadernadores seus vizinhos e que visitava frequentemente. Pelos trabalhos que estão na sua estante e que marcam uma época.
Choro, mas tenho a certeza, que o seu lugar é de destaque no espaço que todos nós um dia passaremos!
À hora que escrevo esta mensagem ainda não sei se partiu, mas um dia vou estar de novo consigo, prometo!
Obrigado meu amigo, Alfredo Pena Catarino!

Partiste meu amigo do coração, sinto já imenso a sua falta, naqueles preâmbulos em que se falava da vida, das dificuldades, do caminho a percorrer. Não esqueço todas as suas palavras, de incentivo, na esperança de um Mundo melhor, mais emblemático, aquele para que nós nascemos e que o merecemos.
Sinto saudades, da nossa resenha desportiva das segundas-feiras, do nosso Glorioso, das politiquices dos politiqueiros que nós não percebemos.
Nesta hora, ainda tenho muito para aprender consigo, por favor, deixe-nos algumas das suas experiências de vida de aproximadamente um século.
Estou disponível ainda para ajudar a arrumar a sua estante, de preciosidades que tive oportunidade de ver uma por uma.
O seu amor inesgotável, a sua caridade, a sua humildade, fazem de mim um homem mais maduro no enfrentar desta vida, da outra vida, da nosso próxima vida.
Naquele momento de quinta-feira passada, senti que ouvia a minha respiração, e tentei colaborar na minha respiração, no multiplicar do oxigénio para que pudesse respirar muito mais facilmente.
Não consegui fazer mais nada em casa, fiquei sem forças, mas relembrei a sua fé, e foi nessa fé em que depositei a minha esperança, em que o meu amigo seria acolhido principescamente no jardim dos bons, dos sábios,dos humildes, dos caridosos.
Não esquecerei, ficarei eternamente consigo no meu coração!

Carlos Simões

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

SÓ VISTO !!!!!

Os mestres e os seus trabalhos. Nem vale a pena comentar!

Carlos Simões









OFERTA ÚNICA NESTE N A T A L !! O Requinte!

A oferta que surpreenderá qualquer um ! Pela beleza, distinção, no seu verdadeiro esplendor, o espanto da obra encadernada.
Consulte preços no nosso BLOG.
Marque a sua encadernação com a máxima antecedência.
A obra dos mestres!
Restaure os seus livros! Na foto uma obra para restaurar do séc XIX.



Carlos Simões

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

DESTAQUE - LIVRO DE HONRA - Receba com distinção! - Restaurante VOX POPULLI

Forrado a couro preto com gravação prateada de forma artística, papel manteiga a aprimorar as recordações transcritas nesta admirável obra, apresentamos o último trabalho ao Restaurante, Bar & Lounge, situado na admirável Coimbra.
Fomos os primeiros a assinar o LIVRO DE HONRA, com a seguinte mensagem:
"Ao vosso distinto e requintado espaço, moderno e já uma referência dos Restaurantes do nosso Portugal, a vossa cozinha combina em ementas variadas os sabores que traduzem a nossa e verdadeira e rica Gastronomia tradicional. Bem Hajam. Encadernação Florindo & Costa Lda. Florindo Simões e Armando Costa.






Carlos Simões

terça-feira, 16 de novembro de 2010

NATAL DE 2010 com os Mestres da Encadernação - Preciosidades únicas!

O NATAL de 2010 com os Mestres cinquentenários. Fique ou ofereça uma preciosidade a um amigo ou familiar. Encadernações a pele, sintético ou lona. Dourados artísticos. Livros encadernados para toda a vida!

Carlos Simões

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

O livro na arte da encadernação!

Misteriosos momentos, sensações díspares em ambientes eloquentes;
Prenúncio de uma invasão exterior, semblantes ávidos de sensações,
relíquias trespassadas pelo tempo,sensíveis no seu manuseio, achadas;
Incrédulas, ilustrações de passagens, recordações, ocasiões, paixões,
anotações universais, resplandecentes da vida, em sons simbólicos imaginários;
De consciência para consciência, de conhecimento a conhecimento, enlevados,
pela criação, pela história que se perpetuará infinitamente, numa arte sem paralelismos!


Carlos Simões

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

AGORA NO YOUTUBE !!!!!

Visualize o Link:

http://www.youtube.com/user/MrCSimoes

Carlos Simões

Somos nós...na arte!

Caminham pelas nossas consciências segmentadas por capítulos,
são complementos de pesquisas emocionais, recordadas no tempo,
distribuem-se multifacetadas em partilha de sensações, o prefácio,
submerge, toca-nos no nosso interior, emerge, sedimentos do nosso corpo,
somos levados na junção de resumos quotidianos, epílogos substanciais,
nas obras ondulantes que nos caraterizam, e nos completam, somos nós,
na arte da descoberta e da escrita!


Carlos Simões

terça-feira, 9 de novembro de 2010

NATAL com os mestres! Uma preciosidade única como oferta!

Na sua biblioteca tem um livro que requer cuidados imediatos, ao qual tem uma elevada estimação, muitos deles deixados pela sua família, reabilite a sua originalidade nas mãos dos mestres do restauro e encadernação. Com 50 anos de serviço, numa arte totalmente artesanal, utilizando ferramentas e materiais da Idade Média, como as dobradeiras de marfim, os furadores, e os ferros de dourar, será uma oferta única e surpreendente aos amigos ou seus familiares.
Forrados a pele ou a sintético, dourados artísticos com toda a tipologia gráfica, este é um presente de Natal de arregalar os olhos. A distinção, a beleza, uma oferta duradoura no tempo. Encaderne o seu livro, faça renascer as suas recordações!

Carlos Simões

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

DESTAQUE - LIVRO DE HONRA

DESTAQUE - LIVRO DE HONRA forrado a pele. A distinção na recepção! 



Carlos Simões

Os Licenciados que desejam aprender a arte

Recebemos nas nossas instalações licenciados que desejam a aprender a arte do livro. Realmente todo este mundo é deslumbrante, de paixão, de cultura, uma verdadeira Universidade técnica que nos faz esquecer os problemas do quotidiano.
Ao entrarem no nosso local de trabalho, no nº37, tudo se esquece, os trambolhões da vida, a crise económica, os políticos.
Este ofício, gosto mais de o chamar assim, liga-nos a um outro Universo, como em qualquer "País das Maravilhas".
Mas sentimos que o tão discutido "Estado Social" se esquece destes verdadeiros artesãos que desaparecem com o decorrer dos anos, e a nossa tradição e história esfuma-se sem conseguirmos vislumbrar tudo isso à distância!
Estes mestres do ofício não são devidamente protegidos pelo nosso País real, e os poucos que ainda resistem fecham as portas sem seguidores. Perdemos todos!
Fomos visitados por licenciados que desejam aprender esta arte, mas todos nós sabemos que qualquer profissão artesanal é mal paga, não se enriquece e o futuro acaba por não ser risonho. Depois ainda temos os impostos que os temos que pagar como qualquer PME, pagamentos por conta que nos asfixiam.
Nestas circunstâncias os jovens perdem o sonho, e foi difícil ver alguns a chorar pelos cursos que seguiram, e a dificuldade de não conseguirem um emprego. Nós abrimos as nossas portas para aparecerem, e estamos dispostos a deixar as nossas técnicas aos aprendizes, mas as dificuldades são extremas e somos esquecidos pela sociedade.
Mas acredito que melhores tempos virão, porque somos imprescindíveis neste Portugal de costas viradas para a sua história!

Carlos Simões

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Florindo & Costa - Recordações vivas IV

Homenagem a um grande homem - Dr. José Henriques Vareda

Em criança frequentei a casa deste homem e da sua família, era como um filho, e sempre fui tratado com esse significado e com um amor inesquecível.
O Dr. Vareda, Marinhense (Marinha Grande) de gema, era uma personagem ilustre dos meios sociais marinhenses e leirienses.
Íntegro, humilde e um grande jurista. Aplicava a sua sabedoria, em maior parte dos casos ajudando pessoas mais desfavorecidas que requeriam os seus serviços. Nada lhes cobrava. Aprendi com este homem o significado da partilha, do amor pela sociedade, do amor por uma causa, pelo povo na sua plenitude.
Admirava a sua inteletualidade, admirava o seu tabuleiro de xadrez, disponível para as suas horas vagas. Um hobbie que refletia a verdade e a justiça que sempre clamava e reclamava.
Como eu gostava de o ouvir falar, pensava eu, quando for crescido quero ser um orador com estas capacidades.
Aprendi com ele como se podia fazer alguma coisa pela cidade, aprendi com ele o verdadeiro significado do associativismo e da cultura.
Um homem a quem os mestres encadernaram e embelezaram a sua imensa biblioteca. Num célebre dia 25 de Novembro de 1975 este homem foi alvo do maior atentado perpetrado na cidade de Leiria, e eu com os meus 7 anos assisti a chorar compulsivamente ao ataque ao seu escritório, situado do outro lado do rio, junto ao parque da cidade.
Foi ateado fogo ás suas obras, bem no meio da rua, obras que passaram pelas mãos dos mestres, muitas delas encadernadas sobre o anonimato, entre elas estavam muitas censuradas pelo regime. Não acreditava o que se fazia a este homem, ao seu património.
Destruíram em parte o espólio desta encadernação, e uma das mais belas bibliotecas da cidade de Leiria!
Este homem não merecia, e a nossa encadernação também não!

Carlos Simões

Os vossos conhecimentos na arte da Encadernação

Pelo BLOG pretende-se saber se porventura tinham conhecimento desta arte, se conheciam a Encadernação cinquentenária Florindo & Costa, a mais antiga do País, situada na cidade de Leiria.
Pretendia também saber se alguma vez foram nossos clientes, e se possuem nas vossas estantes relíquias efetuadas por estes mestres.
Em caso afirmativo, deixem um comentário dos vossos conhecimentos de encadernação e nome da obra encadernada nos mestres, e se possível a data da encadernação. Se conseguirem fotos das obras encadernadas, tanto melhor. Pretendo fazer um arquivo histórico dos nossos clientes. Enviem as vossas fotos para o mail: encadernadores.leiria@gmail.com

Fico à espera dos vossos comentários!

http://encadernacao-leiria.blogspot.com/


Carlos Simões

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Visualize Edição Impressa Semanário "SOL" - A arte a quatro mãos!

Grande reportagem Semanário "SOL" - A Arte a quatro mãos! - Encadernadores de Leiria - Florindo Simões e Armando Costa.

Visualize o link:

http://canais.sol.pt/EdicaoImpressa/Tabu.aspx

Carlos Simões

Florindo & Costa - Recordações Vivas III

Nos meus tenros 8 anos de idade era visita assídua à residência do meu avô, bonita, todas aquelas linhas curvas que  a caraterizavam, delicadas e irregulares, com decoração de interiores em azulejos num estilo próprio. Questionava o meu avô como era viver num autêntico Castelo, tudo era perfeito, desde os mosaicos e calçadas interiores, toda uma mistura de materiais que nos envolviam.Que "Belle époque"! Ficava deslumbrado, pretendia fazer alguma coisa para participar ativamente na conservação daquele espaço, projetado no início do Séc.XX, precisamente em 1902, por Ernesto Korrodi, e como tarefa atribuída era varrer o chão daquele interior único, atividade corrente de todos nós, questionei o meu avô quem era esse homem que pensou este palácio? Continuei a varrer. Respondeu-me que era um Arquitecto Suíço que se tinha naturalizado Português, que tinha lecionado na Escola Domingos Sequeira na disciplina de Desenho, em finais do séc XIX. Estava na parte final do espaço destinado a varrer e a arrumar, fiquei simplesmente curioso, e perguntei, mas tudo isto é de sua autoria? O meu avô transmitiu-me o amor que este homem tinha por Leiria, e que muitas outras coisas tinha feito, desde a restauração do Castelo de Leiria, como ainda da Igreja Matriz de Sta. Catarina da Serra. Continuei a varrer, admirável, querido avô, todo este trabalho que nós Leirienses nos orgulhamos. Mas qual seria a sua fonte de inspiração? A dúvida permanecia no meu interior! Meu querido neto, esta inspiração vem de um estilo a que nós chamamos Arte Nova (Art Nouveaux em Francês), continuava o meu avô a sua história, que também influenciou as artes plásticas, valorizando todo o trabalho artesanal. Tinha terminado de varrer, e percebi o verdadeiro significado e o amor do meu pai pelo trabalho artesanal, num estilo muito parecido com este, numa verdadeira história da arte no domínio da encadernação. Seria esta influência que o atingiu com a vivência naquele espaço? Notava que o meu pai e tio na encadernação tinham uma fonte inesgotável de inspiração, algo que nos transmitia movimento, e usavam um estilo artístico a que chamavam Vitoriano. E como era belo também o seu trabalho, teriam sido estas histórias que os incentivaram no abraçar da profissão? Uma coisa é certa, nada, mas nada se me varre do pensamento!

Carlos Simões