50 Anos de existência

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Ao meu pai – Dia do seu Aniversário

Com os livros aprendeu a arte Numa encadernação de vida Foram tempos a elevar-te Como o encadernador da avenida Pela Tipografia passou De nome Mendes Barata A história lá ficou Com a tinta daquela bata Na arte do dourar É o único em Portugal Podemos idolatrar Algo que não há igual Foi da sua mão Que saíram obras papais Com João Paulo II no coração Relíquias ancestrais Nos seus 79 anos de trabalho Muitos amigos lhe felicitam A vida foi um baralho Mas ainda hoje o solicitam Bravo meu pai ! Carlos Simões www.angolaempoesia.com

domingo, 13 de outubro de 2013

Brevemente nas livrarias

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA - Retrato do País, a beleza e cultura dum Povo. Os tempos da Paz, da Democracia, da Independência, da Reconstrução. A beleza incontornável do coração de África. A humildade, o amor, características de homens, mulheres, crianças, que fazem deste jardim o mais belo e saudável de África. O sorriso dos mais velhos, que nos transportam emoções. A alegria das crianças que fazem de Angola o País mais feliz de África. Brevemente nas livrarias. A imagem real do fulgor Angolano. Tudo em poesia. Prefácio Prof Marcelo Rebelo de Sousa.
 
Autor: Carlos Simoes

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA - Brevemente nas Livrarias

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA – o retrato do momento, as vivências, a amplitude da beleza, ilustrações paradisíacas, o vigor do Povo Angolano. A força, as pombinhas da PAZ, os Presidentes. Toda uma Nação. O ovo mais feliz do mundo, a sua tradição, os lugares. ANGOLA o País da felicidade. Nas livrarias no mês de DEZEMBRO. O Natal com a Pátria! – Prefácio Prof. Marcelo Rebelo de Sousa.

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Lançamento da Obra : Angola no Coração, Angola em Poesia ( Prefácio do Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa)

Lançamento da Obra : Angola no Coração, Angola em Poesia ( Prefácio do Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa). Mostrar e dar a conhecer aos leitores o trajeto, o percurso, a paixão por um País, Angola. Histórias de vida de muitos que por aqui passam, a beleza universal, o realismo poético. Os símbolos, a magnitude imperial da beleza que trespassa corações. Angola no seu todo, na independência e na Paz. Data da realização do projeto: Dezembro 2013 Local da realização do projeto / evento: Palácio - Anfiteatro da Arquidiocese de Luanda – Cidade Alta – Luanda. Edição Sitio do Livro. http://www.sitiodolivro.pt/ Disponível em E-book. Apresentação em Portugal: Livraria Arquivo ( Leiria - Portugal), FNAC e Livraria Leya Barata Avª Roma – Lisboa. Lançamento e apresentação em todas as Províncias de Angola.

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA



Homenagem aos 42 anos de casados dos meus amigos TERESA e MIGUEL

Para o meu amigo Miguel e Teresa
Um Jardim de felicidade e amor
Ela sempre uma DUQUESA
Ele um homem com VALOR !

Foram quarenta e dois anos
De comunhão e partilha
São puros lusitanos
Vivem os dois numa ilha

Numa ilha em construção
Inaugurada a dois
Nesta noite de emoção
Não deixem o beijo para depois !

Carlos Simões

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Pelo bom caminho andei
Nestas terras de África amiga
Um dia sempre voltarei
A Luanda, minha doce cantiga !

Esta Nação que a todos acolhe
Pelo mistério e esperança
Um amor perfeito que se colhe
Naquele jardim de criança !

Carlos Simões

terça-feira, 13 de agosto de 2013

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Em Mbanza Congo com elevação
Nas margens do Zaire rio
Na aventura Diogo Cão
Maravilhas descobriu !

És terno e aventureiro
O teu sabor gotinhas de mel
Do Zaire antigo milagreiro
No dedo possuo o teu anel

Carlos Simões


sexta-feira, 9 de agosto de 2013

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Na Chicala come-se um pincho
Ao sabor da Cuca cerveja
Por muitas semanas incho
Fico igual a uma cereja !

É na Praia do Bispo iluminada
Que vejo a estrela de Luanda
Sente-se uma voz atravessada
É a estrela quem manda !

A Praça Agostinho Neto
O símbolo da Nação
As crianças de ar irrequieto
Guardam Luanda no coração !

Carlos Simões

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

terça-feira, 6 de agosto de 2013

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Da Praia do Bispo vislumbrei
O mergulho em águas cristalinas
Foram aquelas águas por que passei
Fizeram-me saltar a adrenalina

Numa cantina almoçou
O hospedeiro daquele mar
Seu lombo me deliciou
Saudade para regressar

Saudade daquele mar
Saudade do levante
Saudade de amar
Sua saliência relevante !

Carlos Simões

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Benguela tem mais encanto
Na hora da despedida
Pelo entardecer eu canto
As melodias suaves da avenida

Praia Morena no pedestal
Ergue-se pelo seu esplendor
Tua imensidão de cristal
Teu coração emite calor

Das profundezas da Caotinha
Areias de água
Água que é minha
Pela beleza desagua !

Carlos Simões

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Uma Diva em aniversário
Neste primeiro dia de Agosto
Neste clima extraordinário
Lindas as têmporas do teu rosto !

Manchaste o meu coração
Com amor e sangue cristalino
És a Musa da paixão
Sinto o som do teu violino

Luanda sente amor por ti
No alcançar da plenitude
Parei e ouvi
O som da tua juventude !

Carlos Simões

quarta-feira, 31 de julho de 2013

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Manuseias a areia da praia
Num mistério envolvente
Teu corpo é de catraia
Naquela Baía reluzente !


Pedras insolventes
Conchas submersas
Mãos diferentes
Espíritos Persas

Melancolia do tempo
Margens assinaladas
Levantou-se o vento
Águas sulcadas !

Luanda com o Sol a raiar
Numa manhã florida
Vamos todos ensaiar
A melodia perdida

Pela Marginal encontrei
A estrela fugitiva
Luz cintilante observei
Uma estrela definitiva !

Carlos Simões

terça-feira, 30 de julho de 2013

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Dedicado ao meu bom amigo MIGUEL RAMALHO

Foi no Migas Restaurante
Que comemos uns bons pratos
Ficará sempre na minha estante
Todos aqueles retratos

Ao bom amigo Miguel
Um abraço apertado
A tua casa era um quartel
Do petico ajantarado

Aos bons amigos do Migas
Saúdo com copo cheio
Éramos verdadeiras formigas
Em casulo alheio

Estamos com saudades
Do leitão assado
Eram sempre novidades
Para o dente afiado !


Carlos Simões

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Na Baía Farta senti-me no Paraíso
Numa atmosfera inquebrável
Naquele jardim florido
Tudo era intocável

Manto frio, manto quente
A areia cristalina
Segui o afluente
Senti a adrenalina

Eras fria, eras quente
Num azul marinho
Eras eloquente
Mar alto, meu principezinho !

Carlos Simões

segunda-feira, 29 de julho de 2013

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Na Restinga admirei o Mundo
Num Lobito maravilhoso
Pelo clamor tão profundo
Pelo amor caprichoso !

Eras tu, Ò deusa de Benguela
A sereia da Baía Azul
Cada vez eras mais bela
Ó Diva do Sul !

Pela Caota pisei a areia
Banhei-me na tua espuma
Foi a minha antestreia
No teu manto de pluma !

Carlos Simões

domingo, 28 de julho de 2013

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA



De Agostinho Neto relembro

Um homem corajoso e perspicaz

Foi sempre um membro

Da Reconciliação e da Paz

 

Eduardo dos Santos a Presidente

Por Angola, Pela Paz

Consolida o presente

Um lutador audaz

 

Foi com este Presidente

Reconstrui-se um futuro de Paz

Por uma Angola diferente

Uma Angola que não volta atrás !

 

Dois Presidentes, duas gerações

Pelo Povo se marchou

Foram dois corações

Que Angola conquistou !

 

De conquista em conquista

Se formou um Povo nobre

Está totalmente à vista

Uma Angola que nos cobre !

 

 

 

Angoa lírica, Angola poética

És das mais amadas

Sente-se perto a fonética

Do que transmites pelas palavras

 

Palavras que te descrevem

Numa imensidão de Realeza

Já sei como se escreve

Angola, pura beleza !

 

Pelos Presidentes te aclamamos

Numa Paz reconciliadora

Todos nós te adoramos

Angola, és uma VENCEDORA !


Carlos Simões



 

 

sábado, 27 de julho de 2013

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA


Pelo Dande pernoitei

Numa atmosfera envolvente

Na noite eu levei

Uma chama diferente

 

Iluminei o coração

Mostrei a grandiosidade

Levei-te pela minha mão

Num ato de generosidade

 

Pelas praias admirei

O azul e branco

Nas águas amei

Nas ondas elevei um manto

 

Ò Barra destemida

Ó Barra envolvente

És a Barra mais querida

És uma Barra comovente !

 

Da Barra do Dande avistei

O mar e o rio abraçado

Por ali observei

O mais belo Principado !
 
Carlos Simões
 
 

 

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA


Uma auréola  iluminou

Uma Baía indelével  e pura

Um pássaro pousou

Sentia a sua doçura

 
Permaneci estático

Olhei para o porto

Algo de fantástico

Senti o teu corpo !

 
Eras uma Angolana com amor

Da Luanda incandescente

Senti o teu calor

Eras uma estrela cadente !

Carlos Simões
 
 

 

 

sexta-feira, 26 de julho de 2013

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Pela Ilha vou de Candongueiro
Num arremesso de coragem
Condutor sempre matreiro
Com um aceno “Boa viagem” !

Pelo trânsito sigo a estrada
Num rodopio constante
Sempre pela alvorada
É algo de excitante !

Carlos Simões

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Minha Rainha, minha amada
Pelo nome Ginga nos curvamos
Foste sempre idolatrada
És a rainha que amamos !

Pela história, Por Angola
Ó minha Rainha, ó minha doçura
Tiveste o nome de NGOLA
És o símbolo da frescura !

Uma paixão arrebatadora
Paixão louca e ardente
Ó Rainha redentora
A Sua história é comovente !

Carlos Simões

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Pela Mutamba passei
Na paisagem do sentido
Uma  Zungueira encontrei
Uma mulher de aspeto contido

Carapau do Mussulo comprei
Para o almoço encantar
Atravessei a rua e avistei
Outra Zungueira para amar

Num ato refletido
Esta Zungueira sorria
Em corpo encolhido
Com ela casaria !

Foste zungueira, és mulher
Nesta Angola celestial
És tudo o que um homem quer
Mas quem és tu afinal ?!

Carlos Simões

quinta-feira, 25 de julho de 2013

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Luanda acordou cinzenta
Numa névoa misteriosa
Salpicada por água benta
Ficará ainda mais amorosa

Pela manhã tropecei
Numa renda desfiada
Pela Ilha deambulei
Pensando na amada

Pela Avenida Lenine passei
Caminho de todos os dias
Era doce e escutei
O doce das melodias

Na Maianga me encontrei
No quotidiano da vida
Por muito que andei
A beira mar me convida !

Carlos Simões

quarta-feira, 24 de julho de 2013

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Da Fenda da Tundavala
Senti o infinito
Adorei abraçá-la
Tudo era um mito !

Pelos caminhos da Serra da Leba
Fomos em curva contracurva
O coração ela reserva
Num assombro que aos olhos turva !

Carlos Simões

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Na Quibala percorremos o luar
Numa noite quente e estrelada
Foi aquela sensação de amar
Ao bater na porta da minha amada

Segui a estrada para a Gabela
Senti o ar quente da noite
Eras tu tão bela!
Ao tocar da meia-noite

Aos pés do Imbondeiro pernoitei
Nas raízes profundas do amor
Levei a semente e amei
Ao som do nosso tambor

Dancei adorando o som
Numa dança celestial
Naquele semitom
Tornava-te imperial !

Carlos Simões



terça-feira, 23 de julho de 2013

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

No Caxito adoramos Santa Ana
Numa promessa de crença
Por Ela o coração nos chama
Pelo amor deu-nos a sentença!

Bendita peregrinação
Nos meses de Julho
Fomos todos em adoração
Benzemo-nos com orgulho

Santa Padroeira de Caxito
Minha adorada Santa
Caminhamos pelo infinito
És tu a minha Infanta!

Carlos Simões

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

No Caxito adoramos Santa Ana
Numa promessa de crença
Por Ela o coração nos chama
Pelo amor deu-nos a sentença!

Bendita peregrinação
Nos meses de Julho
Fomos todos em adoração
Benzemo-nos com orgulho

Santa Padroeira de Caxito
Minha adorada Santa
Caminhamos pelo infinito
És tu a minha Infanta!

Carlos Simões

segunda-feira, 22 de julho de 2013

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Em Massangano aquelas crianças
Viviam em paz e alegria
Todas elas usavam tranças
Como o sorriso floria !

Carlos Simões

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Submerso pela neblina de Caboledo
Senti o teu toque
Deparei-me num enredo
Era grande o enfoque

Pernoitei no teu espaço
Admirei o Universo
Passo por passo
Acabei de fazer um verso

Carlos Simões

domingo, 21 de julho de 2013

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA


Pela Muxima espalhou-se a fé

Num interlúdio constante

Era mais o vento que a maré

Vi-te a ti, ali distante!

 

Eras uma sombra, eras alguém

Descobri o teu ser

Vi-te ainda mais além

Fui dar-te a conhecer

 

Reconheceste em mim o padrão

Nas horas de repouso

Sentiste a paixão

Era ali o meu pouso

 

Pousei no teu colo

Beijei o teu lábio

Perdi o meu controlo

Seria eu,  algum sábio?

 

Em Catete fomos ao cantinho

Sorrir e amar

Naquele instantinho

Decidimos casar!

 
Carlos Simões

sábado, 20 de julho de 2013

LIBERTAÇÃO NACIONAL - ESCRITOS MPLA

Para vossa licitação e arrematado pela melhor oferta

Livro Libertação Nacional Textos e Documentos do MPLA

Ano de 1974 com assinatura de posse

Encadernado pelos Mestres com lombada e cantos de pele preta, gravação a ouro artística, e forrado com papel de fantasia.

Enviem as vossas licitações:

encadernadores.leiria@gmail.com






Preparação da pele para forrar a encadernação

A pele é pintada manualmente com uma preparação de soda cáustica. Vai ganhando um tom mais escuro.

Preparada por grandes Mestres !

Carlos Simões






ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Perdeu-se no fundo do mar
Nas profundezas da Ilha
Intensamente eu fui amar
Aquele sabor da conquilha!

Carlos Simões

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Em CALULO cheirei o teu perfume
Daquele dia inesquecível
Desdobrei-me em dar-te o meu lume
Reconheci em ti que eras invencível!

Carlos Simões

ANGOLA NO CORAÇÃO, ANGOLA EM POESIA

Percorremos a aurora de Malanje
Fomos manietados pela beleza
Nada mais que se arranje
A não ser a tua realeza?

Carlos Simões